Aline Birehals

Efeito da luminosidade em folhas de Eucalyptus dunnii Maiden e E. benthamii Maiden & Cambage: características anatômicas e fisiológicas

Resumo:

Eucalyptus dunnii Maiden e E. benthamii Maiden & Cambage são espécies de interesse madeireiro cultivadas no Sul do Brasil, adaptadas ao clima frio. A propagação de eucaliptos ocorre por miniestaquia e por germinação de sementes em viveiros. O crescimento inicial de plântulas é influenciado por fatores abióticos, sendo a luminosidade um fator limitante, e que promove modificações na morfoanatomia e fisiologia da folha. O objetivo do trabalho será avaliar as modificações estruturais e fisiológicas de folhas de Eucalyptus dunnii e E. benthamii desenvolvidas sob diferentes intensidades luminosas em viveiro, na mesorregião serrana de Curitibanos/SC. Folhas de plantas jovens desenvolvidas em diferentes intensidades luminosas (0, 50 e 70% de sombreamento) serão avaliadas. Secções paradérmicas e transversais de lâminas foliares serão realizadas para a morfometria de estômatos, células epidérmicas ordinárias, tecidos do mesofilo e do sistema vascular nas três condições luminosas, em microscopia de luz. Os parâmetros fisiológicos analisados nas condições luminosas serão a atividade fotossintética (A), a transpiração (E) e a condutância estomática (g), com auxílio de aparelho portátil de fotossíntese. Os resultados obtidos fundamentarão a aclimatação/plasticidade dessas espécies de eucalipto em relação ao aumento da luminosidade, podendo subsidiar aspectos da produção de mudas em viveiro.

 

Data e horário da apresentação pública do Projeto de Dissertação: 24/08/2017 as 9h.

Local: Sala de aula do PPGEAN