Maria Virgínia Muchanga Davissone

INFLUÊNCIA DAS ESPÉCIES ARBÓREAS Mimosa scabrella G. Bentham e Ilex paraguariensis St. Hill NA DIVERSIDADE DE GRUPOS DE FAUNA DE SOLO

 

Resumo:

Os organismos do solo contribuem para uma vasta gama de serviços ecossistêmicos que são essenciais para o funcionamento de ecossistemas naturais e os com diferentes formas de uso. Existem evidências de um forte vínculo entre os organismos acima e abaixo do solo, destacando-se os impactos que os usos da terra podem ter no fornecimento de serviços ecossistêmicos baseados no solo. Neste sentido, o presente trabalho se propõe avaliar a influência das espécies arbóreas Mimosa scabrella e Ilex paraguaiensis na diversidade de grupos de solo no Sistema Agroflorestal (SAF) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus de Curitibanos. Para o alcance do objetivo, será feita a coleta e estudo da macrofauna e mesofauna edáfica associadas às espécies arbóreas em estudo. Serão consideradas árvores isoladas e as que estão próximas a outras espécies. A coleta de dados será feita usando os métodos de triagem manual, armadilha de queda, funil de berlese e bait lamina, e também, a determinação do aporte mensal de serrapilheira para cada espécie arbórea em estudo. A determinação da riqueza e abundância da macro e meso fauna será feita usando os índices de Shannon-Winner. Para a avaliação da atividade alimentar da microfauna do solo será utilizado o pacote estatístico R, teste de Tukey a 5% de confiança. A influência das espécies arbóreas em estudo na diversidade de fauna do solo será medida utilizado o Índice V (índice de Mudança) e para comparar os parâmetros obtidos para cada espécie arbórea quando em isolamento e quando próximas a outras árvores será usado o pacote estatístico R com o teste t de Student. Assim, espera-se entender como as espécies arbóreas em estudo influenciam na diversidade de grupos de solo.

 

Data e horário da apresentação pública do Projeto de Dissertação: 23/08/17, 15:15.

Local: sala 205.